Loading

     “Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral, revelou, em delação, uma lista de 40 políticos do Rio de Janeiro cujas campanhas foram financiadas por caixa dois, publica o G1.

     Dentre os políticos, estão Luiz Fernando Pezão e Eduardo Paes, “apontado pelo delator por pedir dinheiro a empreiteiras para Cabral e campanhas do MDB no estado”.

     O delator afirmou também que Cabral ajudava outros candidatos com dinheiro ou pagamento de despesas de campanha. Na relação dos beneficiados estão: Paulo Melo, Jorge Picciani, Graça Matos, Edson Albertassi, Wagner Montes, Marcos Figueiredo, Édino Fonseca, Roberto Dinamite, Coronel Jairo e Cidinha Campos”.

     A notícia acima é do G1 replicada em O ANTAGONISTA e agora pelo TARJA PRETA.

     É importante para nós que estamos no Estado do Rio de Janeiro sabermos quem é quem nessa corrida eleitoral, até por que nosso prefeito, digo, o prefeito da cidade de Magé, está de “braços dados” com Marco Figueiredo. Nada contra o citado deputado, mas se estamos querendo moralidade na política, não podemos acatar e ou até mesmo votar em quem usa caixa dois para se eleger.

     Marco Figueiredo já foi deputado estadual e tem seu curral eleitoral fincado em Duque de caxias, mais especificamente em Imbarê, Parada Angélica, Taquara, Sata Cruz da Serra e Saracuruna. É uma pessoa do bem, mas agora foi citado em uma delação feita pelo operador financeiro de Sérgio Cabral.

     Marco Figueiredo é candidato a Deputado Federal pelo, DC (Democracia Cristã), e em sua página oficial no FACEBOOK diz que quer conquisatar investimentos para Saúde, segurança, educação, ensino profissionalizante, e desenvolvimento; “fiz com a FAETEC de Imbariê, Caxias e Magé e que dará total apoio aos CEFETs no Estado do Rio de Janeiro, e se possível, trarei um Núcleo federal para dentro do CETEP de Santa Lúcia – Duque de Caxias. O CEFET – é uma instituição federal de ensino que oferece cursos técnicos integrados ao ensino médio, subsequentes (pós-médio), tecnológicos, de graduação e de pós-graduações, nas modalidades presenciais e a distância. O CEFET atua nas 3 áreas: ensino, pesquisa e extensão e visa contribuir para a formação de profissionais bem preparados para o desenvolvimento econômico e social das regiões mais carentes do Estado”. Disse em sua página no FACEBOOK.

      EM TEMPO: Não podemos deixar de frizar que em 2017 Marcos Figueiredo apresentou 148 projetos  para trazer melhorias para o nosso estado, em defesa da Saúde, da Educação, da Segurança, da Qualidade de Vida, e dos Direitos do Idoso. Ainda não sabemos qual dos 148 projétos foram aprovados, mas o Deputado mostrou trabalho.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here